Quarta-feira, 7 de Setembro de 2016

Cativa

Rosto singular

De beleza sem igual

E, só com o amor carnal,

Eu a consigo amar.

 

Uma graça viva,

Nela existe,

E, nela persiste,

Minha vida cativa.

 

Presença serena

É a dela em mim,

E, por sua causa vim

Fugindo da minha pena.

 

Esta é a cativa,

Que cativo me tem.

E, que do mal, o bem

Em nós reviva.

                                                                                                                      'Cativa'

                                                                                                                     1997 Rbobson


publicado por Jv às 13:07
link do post | comentar | favorito
 O que é? |
Sábado, 3 de Setembro de 2016

Conversas...

Passeando na praia,

Com os pés descalços,

Sentindo um aroma a paz,

Conversei contigo.

 

E passeando na praia,

Com a cabeça a mergulhar,

Naquele ambiente de Natureza,

Conversei contigo.

 

E conversando contigo,

Tendo o Sol como anfitrião,

Beijando-nos a cara com carinho,

Passeei na praia.

 

E conversando contigo,

Libertei um pouco dos meus desejos,

Dos desejos escondidos por não ter

Com quem passear na praia…

 

E passeando na praia,

Sozinhos na Natureza,

Com o Mar como confidente,

Conversei contigo.

                                                                                                                            'Conversas'

                                                                                                   1998 Rbobson

 


publicado por Jv às 22:18
link do post | comentar | favorito
 O que é? |
Terça-feira, 30 de Agosto de 2016

Azul – Infinito

Olhando o azul do infinito

Dou de caras com um raio de sol,

Que aproximando-se me abraçou

E fez-me sentir ‘pequenito’.

 

Aquecido e valorizado

Inspirei fundo a liberdade num rol,

Que entrando em mim se tornou

Num sentimento estranho de pecado.

 

Voando por entre as núvens brancas

Esbracejando no meio do azul – celeste,

Percorri lugares, cidades e campos

E vi gentes, indivíduos e pessoas tantas.

 

Viajar na mente ou na imensidão

Saltitar em ideias, qual campeão equestre,

Dá-nos perspectivas em pensamentos tantos

Alerta-nos a consciência e abre-nos o coração.

 

                                                                                                                                    ‘Azul – Infinito

                                                                                                                                    2002 Rbobson


publicado por Jv às 22:57
link do post | comentar | favorito
 O que é? |
Domingo, 28 de Agosto de 2016

Sem ti...

 Sentindo o vento na minha cara,

E olhando as árvores dançando

De mãos dadas bradando,

Senti-me só.

 

Ouvindo a harmonia das suas folhas,

E ouvindo o seu louvor

Ao seu Criador,

Senti-me só.

 

Saboreando o sabor a alegria,

Que pairava no ar

Comecei a olhar e…,

Sinto-me só.

 

Cheiro o aroma a paz,

Que as árvores largam

E quando me arrebatam,

Sinto-me só.

 

Olhando o céu,

Vendo as nuvens passar

Com as árvores a olhar,

Sinto-me só.

 

Pensei em ti.

E ao não te sentir

Pensando fugir,

Senti-me só.

 

Meu Deus.

Invejo os arvoredos

Que escondendo os seus segredos,

Esquecem-se que estão sós.

                                                                                                                         'Sem ti'

                                                                                                                         1998   Rbobson


publicado por Jv às 02:28
link do post | comentar | favorito
 O que é? |
Quarta-feira, 18 de Fevereiro de 2015

'Monstros'

Neste regresso do Silêncio, alguns anos após o último Post, pensei em escrever sobre muita coisa, mas na soma das parcelas, surgiu a ideia e a necessidade de escrever sobre 'Monstros'.

 

Não quero falar de monstros de filmes, nem dos presentes em pesadelos, ou de monstros de filmes, alienígenas, etc..

 

Quero falar de alguns monstros que caminham entre nós. Alguns que convivem connosco. Outros que vamos travando conehcimento deles, ao longo da nossa vida.

 

Existem de vários tipos, caráteres e feitios. Geralmente 'aparentam' serem humanos. Muitos deles nem sequer demonstram que o são. Alguns estiveram connosco, na nossa vida e vivência sem que nunca soubéssemos que o eram...

 

Para alguns o 'Monstro' é a exigência. Para outros a desaprovação parental. O abuso na infância. O desemprego. A probreza. A doença. A ausência. A traição. A dor. A quebra de confiança. O fim da esperança. O fim de um ciclo.

 

Para outros pode ser o desejo incontrolável. A força desmesurada. A violência. A agressão. A palavra não dita. O olhar vazio. O silêncio de culpa. A rouquidão da consciência.

 

Para outros ainda, pode ser a desconfiança. O pensamento dúbio. O sentimento que pende sempre para o mal. O ódio. O amor excessivo. A dúvida. A incapacidade de sentir.

 

Também pode ser a cegueira. A surdez. A perda de paladar. O fim do aroma. O início de algo idetetável. O descontrolo do controlo. A desorientação. A culpabilidade. A cauterização da alma.

 

O silêncio... Aquele que se vê nos olhares, que se lê nas palavras escritas, que se sente num gesto vazio, que se ouve numa gargalhada forçada.

 

A noite... que teima em surgir e em espalhar os seus mantos de negridume sobre tudo e todos...

 

Seja qual for o 'Monstro' que nos rodeia, há em cada um de nós a força de o amordaçar e silenciar.

E assim, continuamos a falar, sorrir, amar e viver, como se não houvessem 'Monstros'.

 

Jv

Silêncio da Música: Sound of Silence - Paul Simon & Art Garfunkel
Tags Silenciosas...: , , , , ,

publicado por Jv às 09:39
link do post | comentar | favorito
 O que é? |
Sexta-feira, 21 de Maio de 2010

O bracinho de fora...

Está muito na moda, no trânsito, colocar-se o braço de fora da janela do carro, para pedir vez de passagem. Ainda hoje me fizeram isso. Como o indivíduo que o fez, já tinha metade do carro ‘em cima’ do meu, acabei por permitir.

 

O meu Pai, dizia que isso era conduzir à malandro. E é a imagem que tenho dos taxistas de Cascais…

 

E pensei: “E se este gesto irritante e hediondo, fosse a solução para os problemas?”

 

Começávamos por testar no ‘grande laboratório’, que é o trânsito (no trânsito, vejo coisas de ficção científica, tipo pessoas a conduzir e ler o jornal, ou a maquilharem-se, ou a comer, ou a dormir, a discutir. Chego a ver pessoas que nem chegam ao pára – brisas, a conduzir…). Aproveitávamos para tentar mudar de faixa, ‘colocando o bracinho de fora’. Se resultar, então resultará para tudo o resto!

 

Recebíamos os avisos de falta de pagamento e ‘colocávamos o bracinho de fora’ e as cartas e dívidas ficavam anuladas…

 

Ou quando o governo aumentasse os impostos e os IVAs, ‘colocávamos o bracinho de fora’ e o governo era substituído e os impostos baixariam…

 

E quando o chefe nos pedisse algum trabalho chato, ou horas extras, ‘colocávamos o bracinho de fora’ e o chefe passava a empregado e nós passávamos a chefe…

 

Ou quando a mulher nos pedisse para arrumarmos a nossa roupa interior espalhada pelo quarto, ‘colocávamos o bracinho de fora’ e… deixo ao vosso critério, o que aconteceria…


publicado por Jv às 14:31
link do post | comentar | favorito
 O que é? |
Sexta-feira, 7 de Maio de 2010

Taxista...

 

 

... é gente de outro mundo!

 

Dizem que as mulheres são de Vénus, os Homens de Marte e os Taxistas são de... Cx436879!!! (Planeta ainda em observação!)

 

Não respeitam os sinais de trânsito, nem os peões, nem os outros carros, que (enervantemente!!!) vão na mesma estrada e (ainda por cima) na mesma direcção!

 

As cores preto e verde não dão livre-trânsito a tudo na estrada, meus amigos! Nem a cor beje! Nem os mercedes topos de gama!

 

Qualquer dia, compro um Mercedes e pinto-o de preto e verde e depois ando à maluca na estrada... só para ver, no que dá!...

 

Ai, ai, ai...

Tags Silenciosas...: , , ,

publicado por Jv às 13:58
link do post | comentar | favorito
 O que é? |
Terça-feira, 27 de Abril de 2010

'The A - Team'

 

 


publicado por Jv às 16:04
link do post | comentar | favorito
 O que é? |

Acordo Ortográfico II

Depois de tanto tempo, sem escrever mais nada, volto para escrever mais. E nada melhor do que recomeçar, com um novo post acerca do Acordo Ortográfico, uma das maiores razões para fazer deste Blog, um sucesso de visitas e acessos! Mesmo sem escrever n'ele!

 

Eu não concordo com o acordo ortográfico. É a minha opinião. E nada tem a ver com a questão do Português falado no Brasil.

 

Tem a ver com o que o Português, falado no princípio desta nação milenar, ou falado agora, é mais do que uma língua. É (muito) mais do que um dialecto. É uma identidade.

 

O mesmo acontece com o Inglês britânico e o Inglês Americano ou o Inglês Australiano! O mesmo acontece com o Alemão falado na Alemanha e o Alemão falado na Áustria, etc..

 

É a nossa identidade! É a nossa alma! É a nossa bandeira.

 

E quer se queira, quer não, o original é o falado aqui, em Portugal. Mas o Português falado no Brasil, é a identidade Brasileira e tem de ser respeitado! Assim como o Português falado em Angola, Cabo-Verde, Guiné, Moçambique, S. Tomé e Princípe, Timor e Macau!

 

Mas o mais importante, é que é PORTUGUÊS! E por isso temos TODOS a 4.ª língua mais falada do mundo (Atrás do MAndarim, Inglês, Castelhano).

 

Abraços!

 

Rb

Tags Silenciosas...:

publicado por Jv às 15:11
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
 O que é? |
Quinta-feira, 31 de Dezembro de 2009

Feliz Ano novo de 2010 a todos!

 

Tags Silenciosas...: , , ,

publicado por Jv às 15:56
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
 O que é? |
Quarta-feira, 23 de Dezembro de 2009

Feliz Natal a todos!

FELIZ NATAL!


Neste Natal aproxime-se ainda mais dos seus.


Amor, Paz, Perdão, compreensão e muita calma.

 


Abraço a todos!


Rbobson


publicado por Jv às 23:38
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
 O que é? |
Segunda-feira, 9 de Novembro de 2009

Sporting Clube de Portugal II

Como diria a minha Avó, que já cá não anda... 'Cada cabeça, sua sentença!'

 

LOL

 

O momento do Sporting, de facto, não é nada bom. E não considero todo o 'ruído' em torno do assunto nada exagerado, porque isso só demonstra a grandeza do clube e da sua massa associativa.

 

O 'tribunal de Alvalade' é irrepreensível. E só lá passa para o sucesso, quem realmente o tem no sangue.

 

Para mim:

 

José Eduardo Bettencourt - É o nosso Presidente. Insubstituível nos próximos anos. Importantíssimo na onda 'verde-e-branca' que se elevou há alguns meses.

 

Director Desportivo/ Director para o Futebol - Sá Pinto. É hora de dar uma oportunidade ao grande capitão do Sporting, isto na impossibilidade do Oceano e do Iordanov; Também poderemos considerar Paulo Futre ou Figo;

 

Vice-Presidente p/ Futebol - Luís Duque. Este homem, nunca deveria de ter saído do Sporting. O passado não interessa, é hora de olhar para o futuro!

 

Treinador - Tenho várias hipóteses, que gostaria de ver no Sporting: Manuel Cajuda, Manuel José (Penso que à 3.ª é que seria de vez!!!), Manuel Fernandes, Augusto Inácio, Jaime Pacheco, Carlos Manuel, Pedro Gomes (este homem respira futebol. E tenho pena que ele já não se considere capaz de pegar nesta equipa.);

 

Dispensas urgentes: V. Stoijkovic, Pedro Silva, Angulo, Filipe Caicedo

 

Possíveis Contratações: Miguel Garcia, Derlei (Paguem-lhe que vale a pena!!!), Carlão (U. Leiria), J. Tomás (Rio Ave), Fábio Faria (Rio Ave), Ricardo Quaresma (Inter)

 

Isto é que era! Isto é que é equipa!

 

E não é impossível! Força Sporting! Força Bettencourt!!!!

 

ESFORÇO, DEDICAÇÃO, DEVOÇÃO E GLÓRIA!

 

EIS O SPORTING!

 

 


publicado por Jv às 13:40
link do post | comentar | favorito
 O que é? |
Terça-feira, 3 de Novembro de 2009

Uma certa Publicação da nossa praça em Portugal...

Olá a todos.

 

Quando no início deste ano de 2009 surgiu o projecto com uma publicação diferente do que havia no mercado Português, tudo indicava que iria vencer e nem ter concorrência à altura. O projecto (muito devido ao nome internacional que já tem e ao 'glamour' que representa a nível nacional) parecia ser bom e com tudo para vencer.

 

Contudo, e a pesar de continuar a considerar o projecto bom, as pessoas podem estragar tudo, principalmente quando são arrogantes, prepotentes, falsas, não cumpridoras e egoístas.

 

Falo assim, porque durante 5 meses, quase 6, eu fiz parte de um grupo de empresas, que detém os direitos dessa mesma publicação. Eu estive lá dentro e sei como é que as coisas funcionam.

 

Nos últimos dias surgiram notícias, meio desagradáveis, em alguns 'pasquins' da imprensa. Em alguns casos, a notícia está a ser acompanhada e aprofundada e até invesigada. Noutros, onde costuma haver insenção, agora há protecção e até acreditam piamente em mentiras deslavadas.

 

Recordo-me, que na minha primeira semana de trabalho nessa empresa, recebeu-se mais telefonemas e queixas, do que eu já ouvi em toda a minha vida (e já trabalhei muitos anos, a lidar com público). E durante esses telefonemas, um determinado diário, atacou imprterívelmente essa publicação. Até que começaram a haver os primeiros almoços/ jantares com os responsáveis e... agora parece que são todos grandes amigos.

 

Essa publicação não paga aos funcionários o que lhes deve. Não cumpre a lei do trabalho. Não paga a fornecedores. Inventa estratagemas, qual 'Engenharia Financeira', para forjar razões para não pagar o material que adquire.

 

Fazem promessas que nunca cumprem, nem têm a intenção de cumprir. Vivem num mundo de ilusão e mentira, onde pensam que são os reis... (Mas o Rei vai nú!!!)

 

Não paga a uma quantidade de intervenientes na publicação. No espaço de um mês, perderam uma quantidade considerável de funcionários, que optaram por sair, por não aguentar a pressão exercida, a falsidade existente e o controlo interno, ao ponto de colocar escutas e câmeras, só para saber o que se fazia e falava no escritório.

 

Eu sou um desses funcionários. Saí, porque em 5 meses nunca assinei contrato, nunca fizeram descontos para a Seg. Social, nem paragaram os impostos. Saí, porque eu quase gastava mais do que o que recebia, com deslocações contantes e até a ter de pagar certas despesas do meu bolso. O ambiente não era saudável entre a (suposta) chefia e os funcionários.

 

Assisti a cenas e a acontecimentos, de bradar aos céus. Qualquer dia conto-as aqui como histórias de terror, para animar as hostes, tipo a capacidade que um determinado ser tem de conseguir ter um aroma corporal tão mau, capaz de impestar o maior dos cubículos!!! LOL

 

Mas escrevo isto para demonstrar que não tenho medo. Medo nenhum. E só não digo o nome da publicação, porque envolve direitos internacionais e o velhote que criou o nome, trabalhou muito para hoje ter o que tem, apesar de já ter vendido alguns bens, para compensar a crise...

 

Por fim termino com a 'cereja no topo do bolo':

já avancei com queixas na Autoridade para as condições de trabalho, visto que muitos dos que lá estão a trabalhar, estão ilegais (ao ponto de estarem a receber do Sub. de Desemprego ao mesmo tempo que trabalham) e sem seguro de trabalho;

Com outra queixa no IEFP da localidade, visto que eles ainda querem receber dinheiro por ter lá as pessoas e assim colocam-nos todos em Estágio Profissional e sem direito a férias, ou subsídios;

Ainda outra queixa na Segurança Social, porque ninguém tem descontos, nem nada (sem precisarem de baixa, o director é que decide se é baixa ou dias de compensação!!!!);

Por fim uma queixa nas finanças, pelas falcatruas, pela ausência de pagamento de impostos, porque eles nunca cumprem nada!

 

Porquê isto? Porque merecem. Porque exigem dos outros, o que não são capazes de cumprir.

 

Parece-me que haverá, em breve, outro Movimento Sísmico para as bandas da 'Quinta dos Inglesinhos'...

 

 

Tags Silenciosas...: , ,

publicado por Jv às 13:38
link do post | comentar | favorito
 O que é? |
Sexta-feira, 30 de Outubro de 2009

Sporting Clube de Portugal

Olá a todos que por aqui passam.

 

Não podia deixar de comentar e escrever acerca do momento do Sporting Clube de Portugal.

 

Independentemente de ser adepto incondicional do Sporting, sou o mesmo que todos os outros: treinador de bancada, analista de 'meia-tigela', comentador e Campeão nos vários Championship Manager, com a equipa do Sporting, por variadíssimas épocas. (LOL)

 

É um momento difícil. Parece que algo se passa, com a equipa que nos 2 ou 3 anos anteriores goleava, vencia, era forte! Lembro-me de à 2 ou 3 anos, tivemos uma 2.ª volta onde goleávamos todas as equipas e sempre em pressão ao líder da tabela.

 

Não lográmos ser campeões nos últimos anos (7), mas conquistámos 2 Taças de Portugal, 2 Supertaças de Portugal, finalistas vencidos da Taça UEFA, Finalista vencido na Taça de Portugal e 2 vezes Finalista vencido na Taça da Liga.

 

É o mínimo a um clube com a força, dinâmica e história do Sporting.

 

Hoje, oiço os relatos (não tenho Sportv nem pago para ver o que deveria de ser em canal aberto! Para pagar, vou ao estádio!) dos jogos e sinto uma tristeza que me arrepia.

 

Já nem gritar GOLO!, me deixa com aquela força e ânimo que me deixava, num passado mais recente. Recordo-me de, em 1995, o Sporting ter vencido a Taça de Portugal, frente ao marítimo com 2 golos do Iordanov e de sentir aquele arrepio na espinha com o gritar dos GOLOS do Sporting.

 

Hoje vejo uma equipa medíocre, onde se destacam alguns jogadores (João Moutinho, Rui Patrício, Matias Fernandez, Miguel Veloso, Liedson e pouco mais) e o restante entra apenas para fazer número.

 

O treinador, que é excelente na mesma, desgastou-se em demasia em conflitos e posturas e em guerras contra a arbitragem. E desta vez não se pode culpar a arbitragem pelos maus resultados, até porque o problema está nos jogadores e numa táctica pouco desenvolvida.

 

Haverão ordenados em atraso? Haverão conflitos internos? Desmotivação?

 

E porque não há quem motive? Onde anda o Pedro Barbosa? Onde anda o Miguel Ribeiro teles?

 

Porque é que a equipa não se orgulha de jogar de Leão ao peito? A camisola listrada, deveria ser suficiente para motivar qualquer jogador... mas porque não é?

 

E o mau momento do Sporting, nada tem a ver com os bons resultados do Benfica, atenção! São coisas diferentes e são momentos diferentes.

 

Para terminar, quero deixar a minha palavra de força e ânimo aos adeptos do Sporting, Jogadores, equipa técnica e direcção:

 

ESFORÇO! DEDICAÇÃO! DEVOÇÃO! GLÓRIA! Eis o SPORTING!!!

 

Adeptos por esse mundo fora, unamo-nos mais do que nunca à equipa! Enchamos os estádios, para apoiar, aplaudir, dar ânimo, gritar aos jogadores que acreditamos neles!

 

Levantemo-nos em apoio a uma equipa que precisa que acreditem nela!

 

E se o Paulo Bento não tem condições para continuar, então siga o seu caminho, muito obrigado pelos 4 anos de bom trabalho, mas tudo tem um tempo e o tempo dele está no fim.

 

Vão buscar um Manuel José, um Manuel Fernandes, um Augusto Inácio, um Vitor Manuel, um treinador que viva este clube intensamente, que seja forte de carácter, mas acima de tudo um motivador, que faça os jogadores correr, serem felizes, nunca desistirem e viver intensamente este grande Clube.

 

VIVA O SPORTING!

 

P.S.: Eu sei que muitos estão a pensar no Jorge Jesus. Ele é Sportinguista assumido. Jogou no Sporting também. Mas acima de tudo é um profissional e está comprometido com um clube e por isso indisponível.

 

 

Tags Silenciosas...: , , ,

publicado por Jv às 13:44
link do post | comentar | favorito
 O que é? |
Sexta-feira, 21 de Agosto de 2009

O Silêncio

Este poema, eternizado por Maria Guinot, nos Festivais da Canção RTP e da Eurovisão em 1984, traduz muito bem o que eu pretendo com este blog.


Pretendo que este blog possa ter o efeito em si, que este poema e a sua música, costumam ter em mim. Qual o efeito? Isso, é especial e depende de cada um...


O SILÊNCIO E TANTA GENTE


Às vezes é no meio do silêncio
Que descubro o amor em teu olhar
É uma pedra
É um grito
Que nasce em qualquer lugar


Às vezes é no meio de tanta gente
Que descubro afinal p'ra onde vou
E esta pedra
E este grito
São a história d'aquilo que eu sou


Às vezes sou o tempo que tarda em passar
E aquilo em que ninguém quer acreditar

Às vezes sou também
Um sim alegre
Ou um triste não

E troco a minha vida por um dia de ilusão
E troco a minha vida por um dia de ilusão


Às vezes é no meio do silêncio
Que descubro as palavras por dizer
É uma pedra
Ou é um grito
De um amor por acontecer


Às vezes é no meio de tanta gente
Que descubro afinal p'ra onde vou
E esta pedra
E este grito
São a história d'aquilo que sou


 

Silêncio da Música: O Silêncio e tanta gente (Maria Guinot)

publicado por Jv às 16:40
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
 O que é? |

Setembro 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


O Grande silêncio...

rbobson@sapo.pt

Tags Silenciosas...

todas as tags

Falou e disse...

Silêncios arquivados

Visitantes Silenciados...

Pesquisa neste silêncio

 

links Silenciosos

subscrever feeds